Evento - 07/06/2019

Francal colhe resultados positivos


A nova Francal, remodelada para atender as necessidades de um novo varejo, mais digital e conectado com o seu consumidor, colheu bons resultados. A 51ª edição da mostra aconteceu no Expo Center Norte, em São Paulo/SP, de 3 a 5 de junho, e apresentou as coleções de primavera-verão de mais de 350 expositores.  

O presidente do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Caetano Bianco Neto, destaca que a mostra cumpriu o seu papel, como propulsora de negócios para a temporada mais importante para o setor calçadista, a primavera-verão. “A temporada é responsável por mais de 70% das vendas de calçados brasileiros, então a Francal se constitui um termômetro importante de como será o ano”, conta. Segundo ele, a feira foi superior às expectativas iniciais, visto a retração do mercado registrada nos primeiros meses do ano. “O setor está confiante de que o segundo semestre será de uma retomada com maior força, especialmente a partir das sinalizações de que as reformas, essenciais para o ordenamento das contas públicas e o retorno do investimento, serão aprovadas em breve”, projeta o dirigente, para quem a “roda já está começando a girar positivamente”. Dados mais atuais, de abril, apontam para um incremento de 8,5% na produção de calçados, no comparativo com o mês quatro de 2018. 

Destacando a remodelação do evento e a receptividade positiva de expositores e lojistas, o presidente da Francal, Abdala Jamil Abdala, ressalta a importância da feira para os negócios. “Com seu novo posicionamento como a Feira do Varejo Calçadista, a Francal cumpriu sua missão de fomentar os negócios entre a indústria e o varejo, além de trazer muita informação, conteúdo e tecnologia para os participantes”, avalia. 

Um dos estandes mais movimentados da Francal 2019, o coletivo de Nova Serrana/MG teve uma participação histórica. O vice-presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova), Pedro Gomes da Silva, destaca que 56 empresas locais participaram do evento e conquistaram resultados positivos. “Os negócios ainda não foram contabilizados, mas pela movimentação a feira foi muito boa e bem superior à realizada no ano passado”, conta, ressaltando essa foi a maior participação, em volume de empresas, da história do Sindinova na Francal. Outro fator positivo, segundo ele, foi a “jogada de mestre”, de apostar em uma feira voltada para soluções do varejo, o que qualificou a visitação. Sobre o primeiro semestre, Silva ressalta que foi “duro, de adequação por parte das empresas”. Para o segundo semestre, porém, o dirigente, que também é diretor fundador da Randall, está otimista. “Temos ótimas expectativas de que, a partir da aprovação da Reforma da Previdência e o retorno dos investimentos, voltaremos a crescer”, projeta Silva. 

Também satisfeita com a Francal, a Gerânya registrou bons negócios, especialmente no mercado externo. “Nosso objetivo inicial era a exportação, viemos buscar parceiros e compradores na América Latina. Por meio do Programa Importador, realizado pela Francal com apoio da Abicalçados,  deixamos alinhavados negócios com o Chile e com a Argentina, além de fechar negócios para o Equador, Colômbia e Portugal”, conta o gerente de vendas da empresa, Armindo Coelho Dos Santos Junior.

A Francal 2020 já tem data marcada. A mostra, que seguirá apostando na excelência do varejo, com muita informação e conteúdo de qualidade para o lojista, acontecerá de 1ª a 3 de junho, também no Expo Center Norte, em São Paulo/SP.