Mercado - 23/08/2019

Vendas de pneus caem 4,5% em julho

Quedas foram de 4,1% nas vendas para reposição e de 5,5% para montadoras


A indústria nacional de pneumáticos registrou uma queda de 4,5% em julho, em comparação ao mesmo mês de 2018. As reduções de 4,1% nas vendas para reposição e de 5,5% para montadoras levaram a esse resultado negativo. O registro foi puxado pelas quedas de 21,3% de pneus de motocicletas, 5,3% nos pneus para veículos comerciais leves e 3,8% de pneus de carga. Somente as vendas de pneus de passeio tiveram saldo positivo, superando em 1,3% os resultados de julho de 2018.

No acumulado do ano, as vendas totais apresentaram aumento de 0,2% em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a julho, as vendas para montadoras registraram alta de 6%, enquanto as vendas para reposição recuaram 1,9%. A alta nas vendas totais foi impactada pelo aumento de 4,4% de pneus de carga, de 1,5% de comerciais leves. Os pneus de motos tiveram saldo negativo no acumulado do ano, com redução de 2,9% em comparação com o mesmo período de 2018, enquanto os pneus de passeio ficaram praticamente estáveis, com queda de 0,1%. Os números fazem parte do levantamento setorial divulgado pela ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos).

“Os números indicam que o ano de 2019 não deve apresentar nenhum avanço para o setor de pneumáticos”, afirma Klaus Curt Müller, presidente executivo da ANIP.