Setor calçadista - 17/01/2020

Couromoda abre o ano com expectativas positivas

Evento aconteceu entre os dias 13 e 15 de janeiro, no Expo Center Norte, em São Paulo/SP


A edição 2020 da Couromoda apresentou mais de duas mil coleções de calçados, bolsas, acessórios e confecções para a estação Outono/Inverno 2020 a um público estimado em mais de 32 mil visitantes. O evento, que aconteceu entre os dias 13 e 15 de janeiro, no Expo Center Norte, em São Paulo/SP, recebeu o Projeto Comprador Vip, realizado por meio do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, destaca que a Couromoda tem um papel fundamental para o setor calçadista. “Por ser a primeira grande feira do ano, além de servir como um termômetro de vendas, auxilia na tomada de decisões para o restante do período”, avalia. 

Segundo o dirigente, o fato de entrar o ano de 2020 com a Reforma Previdenciária em vigor, bem como o encaminhamento da Reforma Tributária, é motivo de otimismo para a recuperação do setor calçadista brasileiro. “O mercado, impulsionado pelo consumo, está dando indícios de retomada da confiança, o que deve gerar investimentos e fazer com que a roda da economia volte a girar. Existe uma expectativa de recuperação mais substancial para 2020, o que deve ser refletido já na Couromoda”, projeta. 

Para o ano que inicia, a expectativa da Abicalçados é de um crescimento entre 2% e 2,5% na produção de calçados, atualmente na casa de 950 milhões de pares. “Diferentemente de 2019, o crescimento deve ser puxado pela recuperação do mercado doméstico, que absorve 85% das vendas do setor”, acrescenta Ferreira.

Projeto


O Projeto Comprador Vip da Couromoda 2020 trouxe para a mostra o grupo sul-africano Polo South Africa, que possui 20 lojas e está presente em mais de 300 lojas multimarcas na África do Sul. A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Paola Pontin, ressalta que, atualmente, o grupo importa seus calçados da China, mas que vem ao Brasil na busca de alternativas ao produto asiático.