Máquinas  27/05/2021 | Por: Redação

Evento

Emo Milano retorna aos eventos presenciais no setor de mecânica

Evento ocorre entre 4 e 9 de outubro de 2021 , no Centro de Exposições do Fieramilano Rho, em Milão, na Itália


De 4 a 9 de outubro de 2021 , o Centro de Exposições do Fieramilano Rho, em Milão, na Itália, sedia um dos eventos mais importantes da União Europeia para o mercado industrial: a Emo Milano 2021. São 28 países – a exemplo de Itália, Alemanha, Taiwan, Espanha, Suíça, Japão, Coréia, China e Estados Unidos – representados por 518 expositores confirmados até 20 de abril, incluindo os principais players do setor. A Emo Milano 2021 será realizada presencialmente e congregará fabricantes de máquinas-ferramenta, manufatura aditiva, ferramentaria, peças e componentes, acessórios de automação industrial, sistemas de metrologia e controle de qualidade, entre outros. A expectativa de público é de 150 mil visitantes de todo o mundo.

Para apresentar o evento à imprensa brasileira, os organizadores, realizaram coletiva virtual, com a presença da Diretoria da Emo Milano 2021, em 18 de maio de 2021, às 11h (horário de Brasília). O Eng. Luigi Galdabini, Comissário Geral EMO MILANO 2021; Manuel Niggli, International Manager da Informa Markets; e Ferdinando Fiore, Diretor da ITA-Agency San Paolo, participaram da coletiva on-line, com tradução simultânea. Enquanto Galdabini forneceu as características do evento e os dados do setor de máquinas- ferramenta e da indústria italiana; Manuel Niggli, responsável pela área internacional da Feira Expomafe, falou sobre a relevância da EMO Milano; e Ferdinando Fiore apresentou as atividades desenvolvidas pelo ICE e MAECI em apoio à promoção do EMO MILANO 2021.

Realização alternada

A EMO alterna sua realização entre Milão e Hanôver, mas, independentemente da sede, se Itália ou Alemanha, mantém sua força e identidade. Desse modo, após seis anos e o sucesso da edição de 2015, a EMO volta para Milão e se prepara para receber visitantes de todo o mundo. Essa feira mundial se destaca como a oportunidade mais importante para a apresentação da inovação em termos de tecnologias de produção:  um lugar onde se encontrar, não só para fazer negócios, mas também para manter-se atualizado sobre as tendências que caracterizarão as fábricas do futuro. Essa característica, ao longo dos anos, tornou a EMO MILANO referência para os usuários de máquinas, operadores de grande parte dos mais importantes setores industriais,  incluindo  automotivo, energia,  aeroespacial  e mecânica, assim como médica e farmacêutica.

Promovida pela CECIMO - Associação Europeia das Indústrias de Máquinas - com organização operativa da UCIMU-SISTEMI PER PRODURRE em colaboração da ITA-ITALIAN TRADE AGENCY, agência para a promoção no exterior e a internacionalização das empresas italianas -, a EMO MILANO 2021, chamada de o Mundo Mágico da Metalurgia, está com os preparativos em ritmo acelerado.

Pesquisa

Uma pesquisa da Oxford Economics sinaliza, para a Itália, após a desaceleração de 2020, a evolução dos investimentos em novas tecnologias de produção ao redor de 31,5%,ultrapassando os € 3,5 bilhões. Também na Europa, o consumo deve retomar bom ritmo, aumentando em 19,5% para quase € 18 bilhões. A Ásia, com a China à frente, deve ter um novo impulso, registrando um crescimento de demanda de 35,3% e chegando a 34 bilhões de euros, assim como a América, que deverá investir 11 bilhões de euros em novos sistemas de produção, ou seja, 31% a mais do que em 2020.

Com referência específica à América do Sul, as previsões citadas mostram que o Brasil se confirma como o mercado mais importante para o setor: após a recessão em 2020, seu consumodeve aumentar em 11,6 % aproximando-se de € 1 bilhão em 2021. A progressão positiva prevista para 2021 deve continuar também nos dois anos seguintes.

A presença das empresas brasileiras na EMO MILANO 2021 será significativa e a divulgação do evento para o mercado brasileiro, através do suporte estratégico do Escritório de São Paulo da ITA-ITALIAN TRADE AGENCY, representa uma ocasião imperdível para aumentar a visibilidade do país e trazer mais inovação para a indústria manufatureira local. Por outro lado, é esperado aumento dos visitantes brasileiros na exposição. Sua expertise no setor manufatureiro e, em particular, no campo das máquinas-ferramentas pode, de fato, comprovar a importância das trocas entre os sistemas econômicos e produtivos nacionais de diferentes países.

 
Números da última edição em Milano (2015)

1.600 expositores (total 12% superior à edição de 2009), distribuídos em área de exposição de 120.000 m², 26% maior do que na edição anterior. Entre os expositores, 32,2% eram italianos (506) e 67,8% eram expositores estrangeiros (1.063), representando 41 países.

O grande número de expositores de diferentes países também levou a um aumento de 25% no número de visitantes - 155.362 visitas de 120 países - e, em particular, a um aumentoconsiderável dos visitantes estrangeiros, sendo que 61,9% vieram da Europa; 32,2% da Ásia; 4,3% das Américas; 1,3% da África e 0,2% da Oceania.

Os dados da última edição da EMO MILANO comprovam a expressividade e a especialização dos visitantes, que, em sua maioria, são CEOs e gerentes gerais (19,6%), seguidos por operadores de produção (17%), compras (14%), departamento técnico (11%), comércio (10%), marketing (8%), Pesquisa & Desenvolvimento (6%), planejamento e design (5%), manutenção (3%) e qualidade (2%).  A pesquisa realizada com os visitantes mostrou que 81% estão diretamente envolvidos nas decisões de compra.